Investir em cervejarias
Investir em cervejarias – oportunidade de negócio com baixo risco!
11 de janeiro de 2018
Como se tornar o mestre cervejeiro da sua própria cervejaria!
25 de janeiro de 2018
como abrir uma cervejaria

Você já desejou abrir uma cervejaria? Já pensou em como isso pode ser rentável e agradável?

A cerveja é uma bebida de baixo teor calórico e extremamente refrescante, bastante adequada aos climas tropicais, como é o caso de nosso Brasil. Desembarcou em terras “tupiniquins” na quente cidade de Recife, com Mauricio de Nassau em 1.637, personagem visionário que teve a brilhante ideia de montar a primeira fábrica de cerveja do Brasil.

De lá pra cá, ficou muito difícil separar o Brasil da cerveja. Tudo é motivo para comemorar com a bebida, que com o passar do tempo, adequou-se ao paladar do brasileiro e tornou-se a primeira dama de todos os eventos, desde o batizado do filho até a dor de cotovelo mais profunda, tudo é motivo para se refrescar com esta deliciosa bebida.

Por ser uma bebida muito consumida, seja no frio ou no calor, além de ser objeto de prazer, a cerveja também pode ser excelente fonte de renda. É cada dia mais notável o interesse que as cervejas ditas artesanais despertam no consumidor brasileiro.

Cerveja: hobby, prazer ou fonte de renda

Com certeza, este é um hobby que pode se tornar uma prazerosa fonte de renda. Dono de uma diversidade vegetal invejável, o Brasil é o maior laboratório para os alquimistas cervejeiros, que podem abusar da criatividade e formular receitas de cervejas com pinhão, maracujá, café, acerola e o que mais puder para gerar uma nova experiência ao consumidor, pois matéria-prima inusitada não falta.

Apesar de alguns apreciadores mais tradicionais torcerem o nariz para a ideia de criação de sabores que vão além da cevada, lúpulo e malte, a mistura de sabores exóticos nas cervejas tem agradado aos mais diversos paladares, ávidos por novidades degustativas. Neste ritmo, a abertura de cervejarias cresce a todo vapor.

O que é necessário para abrir uma cervejaria

Ao iniciarmos um negócio, o planejamento é o principal tema e com o ramo de cervejas não é diferente. Alguns itens precisam ser analisados e até mesmo pesquisados. São eles:

  • Mercado;
  • Logística;
  • Legalização da empresa;
  • Local do estabelecimento;
  • Gestão de Recursos Humanos;
  • Fornecedores de Matéria prima;
  • Imobilizado (máquinas e equipamentos).

Oito passos necessários para a legalização da empresa

O primeiro passo é procurar um profissional habilitado, no caso, um contador para que o mesmo possa iniciar o registro da empresa junto aos órgãos competentes de forma que a mesma esteja apta a comprar os insumos necessários para a fabricação de seu produto e futuramente efetuar a venda do mesmo. Os passos para a legalização são:

  1. Pesquisa junto à Prefeitura para verificar a viabilidade da instalação da empresa no endereço estabelecido;
  2. Fazer pesquisa na Junta Comercial para verificar se o nome ou marca a ser utilizado está disponível;
  3. Elaboração do contrato social;
  4. Registro do contrato social na Junta Comercial ou Cartório (através do processo integrado ao se registrar o contrato social na Junta Comercial será emitido o CNPJ por parte da Receita Federal e a Inscrição Estadual na secretaria da Fazenda Estadual);
  5. Inspeção da Vigilância Sanitária com finalidade de liberação do Alvará Sanitário;
  6. Inspeção do Corpo de Bombeiros para verificar a segurança do estabelecimento;
  7. Solicitação do Alvará de Funcionamento junto à Prefeitura;
  8. Registro no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) para proteger a marca.

Porque devo efetuar pesquisas junto à Prefeitura e à Junta Comercial?

As cidades são divididas em setores chamados “zonas” e os mesmos são definidos de acordo com o planejamento urbano ou zoneamentos, desta forma, temos as zonas estritamente residenciais, as zonas estritamente comerciais e as zonas mistas.

Cada zona estabelece critérios de construção que devem ser respeitados, sendo assim, um comércio não pode ser montado em uma zona residencial, por exemplo.

As pesquisas na Junta Comercial, chamadas “buscas” são efetuadas tendo por base o nome ou marca da empresa de forma a garantir que a mesma é única. Caso exista outra empresa com o mesmo nome deverá ser feito alteração, pois nomes iguais são impeditivos para registro. No caso de marca, se a mesma estiver protegida não poderá ser usada, pois é ilegal, desta forma a empresa deverá criar outra marca.

Sem nenhuma dúvida o ramo de cervejarias é um excelente negócio para o empreendedor que queira segurança comercial e retorno financeiro.

Se interessou neste assunto? Que tal empreender de forma certeira? Entre em contato com a Rhogan e nós te ajudaremos a investir em cervejarias e outros negócios do ramo!

Saiba mais sobre como investir em cervejarias.

Tem dúvidas sobre a contabilidade para cervejarias? A Rhogan pode te ajudar!

Sucesso e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entrar em Contato